“Sei que tem gente chateada”, diz Carille em despedida do Corinthians

Fábio Carille deu adeus ao Corinthians, em entrevista coletiva, nesta tarde de quarta-feira, em um hotel na Zona Sul de São Paulo. O técnico assume nos próximos dias o Al-Wehda, clube recém-promovido à primeira divisão da Arábia Saudita.

– Quero deixar minha gratidão à toda diretoria do Corinthians. Desde a primeira passagem, Mário (Gobbi), Roberto (de Andrade), Andrés (Sanchez), nove anos e meio de uma história que considero linda. Minha gratidão eterna a esse clube e também para o sheik que acreditou em mim e não mediu esforços para que eu vá para o país e ajude a revolucionar esse clube, um projeto grandioso, por isso a escolha – afirmou.

Carille explicou o motivo de não ter concedido a entrevista de despedida no CT Joaquim Grava. Ele disse que tentará visitar o clube na sexta-feira e negou que a saída tenha deixado o clima ruim com o presidente Andrés Sanchez.

– Eu sou muito emotivo. Graças a Deus, o clube está classificado na Libertadores, mas tem jogo amanhã. Foram nove anos e meio, não me sentiria bem. Falei com algumas pessoas e quero fazer isso na sexta. Não sei se vou fazer. Quero dar um abraço em cada um, funcionários, jogadores e diretoria. Foi uma decisão minha. Pensamos em fazer o jogo de despedida (na quinta), mas também não. Não conseguiria dar preleção pela relação e por tudo o que vivemos – acrescentou. (FONTE: GloboEsporte.com.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *